Como transformar o dia das crianças em um evento divertido para pais e filhos
17 de setembro de 2018
10 dicas para escolher o local do seu evento
1 de outubro de 2018
Exibir tudo

6 dicas para cuidar do seu projetor

O uso adequado de projetores é um ponto importante em ambientes coorporativos, principalmente em salas de reuniões e eventos que exigem a constante utilização destes equipamentos. Apresentamos 6 dicas para um ótimo desempenho, e, ao mesmo tempo, previna o projetor dos diversos riscos que ele está sujeito. Confira!
1. Limpar os filtros de projetores regularmente
Fazer a limpeza regularmente das lentes do projetor é uma prática essencial para garantir a sua vida útil. Ela é necessária para evitar acumulo de poeira, que é um dos maiores fatores para causas como sobreaquecimento, redução de vida útil da lâmpada, mau funcionamento, etc. As partes internas de um projetor, no entanto, só devem ser limpas por um técnico especialista.
A recomendação é que a limpeza dos filtros seja feita periodicamente, no máximo a cada 3 meses ou após o uso por 500 horas. Caso veja necessidade, o processo pode ser feito até mesmo semanalmente.
2. Manter os equipamentos seguros durante o transporte
Os projetores possuem peças muito delicadas que demandam um valor alto de manutenção quando quebradas, além, propriamente, de uma pequena batida poder acarretar em alguns problemas de funcionamento.
Utilizar bolsas ou maletas especiais para o transporte de projetores são uma ótima solução, visto que elas oferecem boa proteção em caso de quedas, facilitam no carregamento e são ideais para guardar o equipamento. Algumas marcas que fabricam projetores também confeccionam bolsas específicas para cada modelo, sendo essas as mais confiáveis do mercado.
3. Desligar os aparelhos corretamente
O desligamento de um projetor influencia diretamente na vida útil da lâmpada. Isso acontece porque ela precisa ser devidamente resfriada, e como a função disso é atribuída ao cooler — também chamado ventoinha — o desligamento direto pode interromper o processo adequado de refrigeração.
Não existe um método universal para desligamento correto de todos os aparelhos projetores, portanto é recomendável que se consulte o manual que acompanha o produto. Caso não possa contar com o mesmo, as páginas dos fabricantes ou de lojas que vendam o modelo em questão costumam disponibilizar o manual via download.
4. Priorizar ambientes refrigerados ao utilizar projetores
Certamente você um dia se deparou, mesmo que por fotos, com ambientes de TI ou locais onde computadores de grande porte — como mainframes — são armazenados. Pode notar que o ar-condicionado é uma figura presente, já que as máquinas necessitam de um ambiente bem refrigerado para evitar problemas com superaquecimento.
O mesmo ocorre com projetores, afinal, mesmo que sejam compactos e muito menos utilizados ao longo do dia que um computador, o fato de existir uma lâmpada de alta tecnologia faz das salas refrigeradas a opção ideal para a utilização de projetores — o mesmo vale para armazenamento e transporte!
5. Tomar os cuidados necessários com a lâmpada
As lâmpadas dos projetores estão entre os componentes mais importantes do aparelho, já que a maioria dos cuidados aqui mencionados são voltados para sua vida útil. Quando esses cuidados são ignorados, uma lâmpada pode durar menos da metade do prazo estipulado pelo fabricante — em alguns casos até menos que isso devido à alta sensibilidade.
Utilizar sempre o modo econômico da lâmpada é uma prática que muito contribui para sua conservação. Naturalmente os outros modos poderão ser acionados em casos onde a iluminação reduzida afete na qualidade da apresentação, porém, na maioria das situações os ambientes são favoráveis mesmo com o desempenho reduzido.
6. Atentar-se às configurações do projetor antes de cada apresentação
De pouco basta estar bem preparado para uma apresentação e não ter planejado uma grande experiência em termos de projeção. Portanto, ao ter conhecimento do local em que o projetor será utilizado, antecipe-se fazendo as devidas configurações para que se consiga a resolução ideal, o melhor nível de contraste e luminosidade, assim como o tamanho da tela, visando adaptar-se às condições do ambiente e ao número de espectadores.
As dicas foram úteis para você? Então o que acha de apresentá-las aos amigos compartilhando o conteúdo nas redes sociais? Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *